RISKID RISKID

FMEA- Modo de falha e análise de efeitos

No FMEA, os efeitos de possíveis falhas em um produto ou processo são identificados para tomar medidas preventivas visando minimizar a probabilidade de ocorrência da falha ou para minimizar o impacto da falha, caso ela ocorra.


Imagem 1: passos do FMEA.

O Centro Nacional de Segurança do Paciente (EUA) desenvolveu o FMEA, Análise de Modo e Efeito de Falha na Assistência à Saúde, para avaliações práticas de risco em hospitais e outras instituições de saúde. O Erasmus MC, o maior hospital universitário da Holanda, está usando o RISKID para seus processos de atendimento e equipamentos médicos. Eles obtiveram uma eficiência de tempo de mais de 80% em comparação ao método tradicional de avaliação de riscos, economizando o tempo valioso de médicos, enfermeiros e outros funcionários do hospital para cuidar dos pacientes. Além dessa enorme economia de tempo, trabalhar com a RISKID também resultou em uma maior satisfação do processo pelos participantes e em uma melhor qualidade dos resultados da avaliação. Por quê? Porque o RISKID permite que você envolva facilmente todos os stakeholders no processo e, assim, tirar o máximo proveito de seu conhecimento e experiência.

Voltar para a visão geral >>